terça-feira, 10 de julho de 2007

Perdôo-te tua cor, nega


Nega, me empresta tua cor!
Não recusa meu perdão.
Tens me causado tanta dor
Os olhares à tua pele,
Todos os “ais” na tua mão.

Perdôo-te o descaso,
O fracasso da minha ginga,
O mau pedaço que és do mundo,
A malemolência de tuas carnes,
Teu gosto por boa briga.
Perdôo-te por um segundo.

Mas me empresta tua cor!
Cobre-me de melanina!
Deixa eu me sentir forte, menina!
Queira me dar o teu amor!

[Aline Sampin


-ilustração: Aline Sampin

2 comentários:

Alexandre disse...

Sinceramente... nego é lindo!
Geralmente... sabem fazer viver!

Brigado viu?! :]

Inclusive, já disse que vc escreve mto bem né?!
Inclusive, vc me deve um texto para trabalharmos né?!

Ó! De coraçao menina... :]

bjo grandao!

thiago disse...

lindo , lindo !!

tu és com certeza a branca mais negona que eu conheço.

bjo


thiago